Notícias

Atualizações regulares para mantê-lo informado sobre o mundo notarial

Continue explorando

EMERJ reúne tabeliães para discutir a respeito do E-notariado

O Fórum Permanente de Direito Notarial e Registral da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (EMERJ) promoveu, na última quarta-feira, dia 16, via plataforma Zoom, o webinar “Polêmicas e dúvidas em torno do E-notariado”. Por horas, os tabeliães Paulo Roberto Gaiger Ferreira e Hércules Alexandre da Costa Benício, além do também tabelião e presidente do Fórum Gustavo Bandeira, falaram a respeito da plataforma, da tecnologia e sanaram dúvidas em formato de debate.

 

Na abertura do evento, o presidente do Fórum, Gustavo Bandeira, comentou:

 

“A informática na nossa atividade, até então, querendo ou não, era utilizada tão somente como editor de texto. Lavrávamos no Word, tínhamos que imprimir em um papel, e a boa e velha caneta, que já era utilizada havia séculos, tinha que ir colocar a assinatura. A plataforma, sem dúvida, revolucionou a nossa atividade, fez avançar 100 anos. A população ganha com isso; o notariado ganha com isso. A plataforma também não serve somente para aderir à tecnologia, mas o Provimento 100 redemocratizou a tecnologia para os notários, pois não interessa onde ele estiver no Brasil, de norte ao sul, todos utilizarão a mesma plataforma”.

 

Em sua fala, o tabelião Paulo Roberto lembrou: “Em 1979, começamos a fazer um arcabouço político da atividade notarial por meio eletrônico. Em 2000, assumi o tabelionato, e, desde então, tento fazer com que os atos eletrônicos sejam uma possibilidade do tabelião de nota, já que, evidentemente, esse é o futuro da humanidade. É impressionante como, mesmo nos dias atuais, ainda haja quem pense que o papel sobreviverá”.

 

“Para mim, foi um motivo de grande honra poder ter feito parte desse projeto-piloto e ajudado a tratar de como seria o fluxo dessas assinaturas; algo primordial, mas que precisa de muita qualidade e segurança quanto à autoria e integridade dos documentos. Agora, em 2020, veio o ímpeto do CNJ de dar publicidade e regulamentar, e creio que seja fundamental para a uniformidade do comportamento dos tabeliães. É complicado um tabelião entender que um mero e-mail seja suficiente para que ele certifique uma assinatura”, comentou o tabelião Hércules Benício.

 

Para assistir à transmissão completa e ao debate quanto às dúvidas, acesse: https://www.youtube.com/watch?v=kl6aOiTBz38&ab_channel=Emerjeventos

Fonte:   

Artigos e Notícias

Fique por dentro das últimas notícias e atualizações do mundo notarial.

Artigo - 1 minutos de leitura

Cartório, Surrealismo e o “l’amour fou”

Essa foto retrata amizade, amor e paixão, sentimentos que podem e muitas vezes devem ser levados ao cartório, seja para...

Artigo - 2 minutos de leitura

Separação de bens em casamento de pessoas acima de 70 anos não é obrigatória, decide STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) definiu, nesta quinta-feira (1°), que o regime obrigatório de separação de bens nos casamentos e...

Contato

Entre em contato conosco e teremos o prazer em ajudá-lo.



    whatsapp